quarta-feira, 16 de março de 2011

CD's piratas estragam seu aparelho?

Certamente alguém já se perguntou isto alguma vez. E justamente eu me perguntava sobre isto estes dias. Será que os famigerados CD's piratas estragam nossos aparelhos?
Minha pergunta surgiu durante uma reflexão sobre a pirataria no geral. Quando estava eu no camelódromo, ouvi o cara da banquinha dizendo para alguém que trazia seus aparelhos para o conserto, que os CD's vendidos em feiras não tinham boa qualidade, e eram a causa dos problemas do Playstation 2 ter se estragado (obviamente, os CD's vendidos naquela banca não passavam por este problema).
De uma forma geral, sempre se fez a propaganda que CD's piratas estragam o aparelho. Esta propaganda é de fato sustentada pelos donos de gravadoras de CD's, como pode-se ler em uma reportagem sobre Pirataria, feita pela Folha de São Paulo:
Maynard - É lei e impunidade. Se o governo fala isso está defendendo a ilegalidade, é uma coisa ilógica. O CD-R pirata estraga o aparelho de som.
Gonçalves - Ele tem substâncias que vão soltando e estragam o laser.
Folha - Um CD oficial não tem essas substâncias?
Gonçalves - Não. Numa fábrica de CDs você vê a assepsia que precisa ter. O CD-R danifica o laser.
Folha - As classes C e D estão com seus aparelhos condenados?
Maynard - Condenados, seria bom que eles soubessem disso. Se vocês falassem sobre isso nos ajudariam.
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u15826.shtml
Sempre fiquei curioso com esta questão. Afinal de contas, a grande vantagem do CD é que a leitura é feita através da luz, portanto, não há contato mecânico com o disco. Como este CD ou DVD poderia danificar um aparelho, se não existe este contato?
Uma busca pela internet sobre o assunto gera vários resultados. Há muita preocupação com o assunto. Mas finalmente descobri como um CD pirata poderia danificar qualquer aparelho. Vamos então entender este processo.
O leitor de CD/DVD possui um LED, que emite um feixe laser sob a superfície do CD/DVD, que é refletido para o leitor do aparelho, constituído de um fotodiodo. Estes leitores possuem um CAG (controle automático de ganho), para melhorar a leitura. Ou seja, o laser é emitido com a mais baixa potência. Se ele conseguir ler, tudo bem. No entanto, se a leitura não for feita, o CAG vai aumentar sua potência gradativamente, até que ele possa ler o que foi gravado no CD/DVD.
Aí é que acontecem os problemas. Se um componente opera com uma potência maior, a vida útil deste componente se reduz. Se então estivermos tentando ler um CD pirata, cuja qualidade geralmente é ruim, estamos reduzindo a vida útil dos componentes da leitora ótica. Por outro lado também, com um laser de maior potência, a superfície do CD ou DVD está sujeita a uma temperatura maior, e poderá escamar facilmente. Neste caso, a leitora fica cheia das partículas soltas pelo CD ou DVD pirata, e sua leitura se torna cada vez mais difícil.
Concluindo, há sim uma grande possibilidade de que um CD ou DVD pirata danifique seu aparelho. No entanto, devemos ser honestos aqui. A opinião expressa pelos donos de gravadoras que reproduzimos acima é no mínimo generalista. Não são todos os CDs ou DVDs que estão sujeitos a este problema. Em primeiro lugar, a qualidade do disco conta muito. Depois disto, deve-se observar a forma que o CD ou DVD foi gravado. Se a gravação for feita a 2x, o leitor vai ter uma dificuldade menor de leitura. O mesmo não aconteceria com uma gravação a 12x, por exemplo.

2 comentários:

  1. Entao se eu gravar um jogo para WII num CD-Rom a 2x, nao vai estragar a minha WII?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há uma baixa probabilidade dele estragar, já que a gravação é mais bem feita... CD's mal gravados desgastam mais os componentes do leitor e por isto danificam os aparelhos.

      Excluir

Você também poderá gostar de